27.7.05

In 1973, Thomas Pynchon's Gravity's Rainbow landed on my brain and exploded there like, well, a V-2 rocket. It was precisely the book I needed at the time, which tells you something about my mental and spiritual condition. Hey, it was the '70s. The country was low in the water and so was I. Tar-black humor, crushing difficulty, rampant paranoia, accelerating entropy, jaw-dropping perversity, apocalyptic terror, history as a conspiracy of the conjoined forces of technology, death, and sinister Control—it was all good. I preferred having my spirit crushed by a great American novel to the everyday humiliations of my first year of postcollegiate life and the cultural and political demoralizations of the era.

23.7.05

This is Information

Como proteger suas páginas do Google.

Como abrir uma fechadura.
Um texto tão grande quanto bom sobre um dos sites mais importantes que já existiram.
O filósofo Bertrand Russell explica porque não é cristão. (Ou "não foi cristão"? Ele morreu, afinal.)
As We May Think, o clássico texto de Vannavar Bush que descreve uma máquina de hipertexto analógica, fez 60 anos anteontem. O ensaio é uma das coisas mais intigantes e bonitas que eu li na vida.
Saber ser grato é uma coisa complicada. Saber ser grato com elegância é mais difícil ainda, como mostram páginas de agradecimento malfeitas em livros.

21.7.05

Como conversar com criacionistas sem ser chato nem arrancar os cabelos. Parte 1 e 2.

18.7.05

Ban Comic Sans: putting the sans in comic sans
Qualquer autor de literatura infantil que não tenha uma visão idílica das crianças ou mostre muito respeitos pelos adultos merece respeito. É o caso de Roald Dahl, o cara da fábrica de doces.

17.7.05

Arial's ubiquity is not due to its beauty. It's actually rather homely. Not that homeliness is necessarily a bad thing for a typeface. With typefaces, character and history are just as important. Arial, however, has a rather dubious history and not much character. In fact, Arial is little more than a shameless impostor.

15.7.05

Por favor, não.
As estranhezas surgem em progressão geométrica. A nossa capacidade de lidar com ela em progressão aritimética - a não ser que você leia muitos gibis, FC e assista muita ficção científica trash. Construir contrafactuais é dever de todos.

13.7.05

Eu aprendi tudo que sei lendo histórias em quadrinhos.
Como escrever, estudar e pensar melhor, em 97 slides. Normalmente, eu acho dicas de produtividade bobas e óbvias, mas essas parecem boas - principalmente as sobre escrever.
Se esse tutorial de física realmente viesse embutido em Super Mario World, talvez meu irmão tivesse aprendido alguma coisa.
In the digital era, every consumer-electronics product comes with microchips and software programming, and for a new generation of tech-savvy users, these are the raw materials needed to make a digital toy or appliance do tricks that its creators didn't envision.
Os motivos para o menor faturamento dos filmes americanos são muito discutidos, mas uma cosnpiração liberal por parte de Hollywwod não é plausível, como indica essa análise dos campeões de bilheteria dos últimos cinco anos.

E, de qualquer modo, ninguém vai ver nenhum desses filmes num futuro próximo.
Qual a posição da igreja católica sobre a evolução afinal?
Daslu: alvo de babacas anticapitalismo e policiais que querem se promover.

8.7.05

Q: What is a mid-life crisis?

A: The term "mid-life crisis" means different things to different people. Like snowflakes and car accidents, each one is unique. Men, almost invariably, do not believe in mid-life crises. They may joke about going through one, but like Enron employees, they never see what's happening until it's too late.
Warren Ellis tem uma perspectiva bem diferente dos atentados em Londres, que os ingleses meio que já esperavam.
É muito legal vestir a niponesa - mesmo que as roupas estejam algo ultrapassadas.
Neste interessante experimento em interface, você não pode clicar.

5.7.05

Agora que as redes e a cultura do p2p já estão estabelecidas, é meio tarde para um sistema de downloads de filmes dentro da lei, Ms. Hollywood. (user:leituras; pass: dodia)
Duas coisas de mulher: Feminismo e vibradores.
Ganhe um livro

Quem mandar para o e-mail leiturasdodia@gmail.com o melhor link, segundo meus critérios imperscrutáveis, ganha uma cópia de [Dentro de] Um Livro, antologia de contos sobre literatura.

O e-mail deve ter o assunto promoção: [nome do link]. Assim eu poderei apagar rapidamente os inevitáveis Malvados e EBM que vão aparecer. Ao enviar o e-mail, você estará concordando com o uso do link neste blog sem que eu tenha que dar nenhum crédito - porque sou esquecido e relaxado, não ruim.

Promoção válida até 15.07.05. Resultado dia 16.07.05.
Language is a Virus: uma coleção de programas e métodos de texto automáticos.
A Wired deste mês traz um especial sobre a cultura do remix.

4.7.05

Para comemorar seus 125 anos, a Science explora questões que a ciência enfrentará nos próximos 25.
Enquantos muitas narigudas ocidentais sem juízo operam, as japonesas querem narizes maiores. Para isso, lançam mão de instrumentos muito estranhos.

O uso não supervisionado de técnicas semióticas pode ser prejudicial à saúde mental.
Zelda, Mario e outras músicas de jogos clássicos do NES cantadas por um coral.
Noah Wardrip-Fruin, pesquisador de videogames e um dos colaboradores do excelente Grand Text Auto foi entrevistado pela Trópico.
Sexta recebi Dance, Dance, Dance seqüência do complicado e excelente Caçando Carneiros, livro de Haruki Murakami
Um texto muito desconexo sobre a romantização da depressão artística.
Como bitch for beauty que sou, passo muito tempo pensando em comidas e caçando receitas que não precisem de grelhas e frituras. Explico: meu apartamento só tem uma janela e cozinha americana, portanto o cheiro e a melança são persistentes e fortes. Além disso, percebi que a falta de uma mesa para refeições subtrai muito do prazer de qualquer gourmet. Mesmo nessas condições precárias, insisto. Além de desejar ardentemente o livro do chef gatinho James Oliver (que não tenho), uma espagueteira e um exaustor, caço sites de experiências culinárias e receitas práticas.

3.7.05

Das diferenças entre ler e ver televisão (e-mail:leiturasdodia@uol.com.br; senha:17out78)
Com esse catálogo de frases em latim eu avançarei muito na busca por minha herança romana.
Talvez a Primeira Igreja de Galactus seja a religião que há tanto busco.

2.7.05

The Deliverator never pulled that gun in anger, or in fear. He pulled it once in Gila Highlands. Some punks in Gila Highlands, a fancy Burbclave, wanted themselves a delivery, and they didn't want to pay for it. Thought they would impress the Deliverator with a baseball bat. The Deliverator took out his gun, centered its laser doo-hickey on that poised Louisville Slugger, fired it. The recoil was immense, as though the weapon had blown up in his hand. The middle third of the baseball bat turned into a column of burning sawdust accelerating in all directions like a bursting star. Punk ended up holding this bat handle with milky smoke pouring out the end. Stupid look on his face. Didn't get nothing but trouble from the Deliverator.

Since then the Deliverator has kept the gun in the glove compartment and relied, instead, on a matched set of samurai swords, which have always been his weapon of choice anyhow. The punks in Gila Highlands weren't afraid of the gun, so the Deliverator was forced to use it. But swords need no demonstrations.

1.7.05

A decisão da suprema corte americana de tornar os criadores de tecnologias responsáveis por induzir o uso de seus produtos para violar copyrights tem pelo menos dois lados. Lawrence Lessig, acredita que a inovação tecnológica vai sofrer. Jon Pareles acha que os juízes entregaram a Internet para as massas. (user:leituras; pass: dodia)
Tricks of the Trade é um blog com manhas de diversos campos.